Thursday, January 24, 2008

International Freecard Awards


(Postais premiados no IFA 2007: Paranoid Card, 1ºprémio categoria 'Social & Environment', Editor: Avantcard - Austrália, Empresa publicitada: The Schizophrenia Fellowship; Tape, 1ºprémio categoria 'Media Prize', Editor: Baddog - Letónia, Empresa Publicitada: British Council )


Poderiam ter sido lançados há um século pois será esta a idade aproximada da publicidade em bilhete-postal mas foi apenas em 2001 que os International Freecard Awards tiveram a sua primeira edição, em Hamburgo. Os IFA são uma competição trienal exclusivamente dedicada a recompensar a criatividade nos postais publicitários grátis e têm desde 2001 envolvido países de todo o mundo. A 3ª edição dos IFA foi organizada pela agência francesa de freecards Cart'Com e decorreu em Outubro do ano passado, em Paris. Com cerca de 18 países envolvidos (entre os quais Portugal, representado pela editora Publicards, que obteve o 3º prémio da Categoria «Healthcare & Cosmetics», com o postal Smile) e meio milhar de postais em competição, este último certame premiou exemplares que pedem para ser vistos, enviados, coleccionados.


Ver todos os postais premiados na 3ª edição do IFA

2 comments:

ana bonifácio said...

Sobre o postal e a 'imagem da cidade'... e não só:
"(...) O postal da noite mostra o contraste da luz comercial com as sombras e os mistérios. Mistérios que todos temos dentro de nós e que no Rossio se renovam e se identificam com passados, com familiares, com vultos da cultura e da política.
O manuseamento do postal, os jogos de puzzle que os mesmos permitem, as múltiplas conjugações que a imaginação do coleccionador encontra, viabilizam caminhos e soluções expositivas que começam por ser um gozo íntimo para se tornar a solução. (...)
in Carlos Consiglieri e Marília Abel (2003), "O Rossio em Postal Antigo": p.XXV.

Maria da Luz Correia said...

Cara Ana Bonifácio, recebemos com grande contentamento este seu contributo para o projecto. A ideia do puzzle da cidade que os postais podem permitir pareceu-me em especial muito interessante. Obrigada!

Muito atenciosamente:
Maria da Luz Correia