Thursday, January 17, 2008

PostSecret: um postal para publicar segredos


Frank Warren, o norte-americano que em 2004 lançou o projecto artístico comunitário PostSecret e que até hoje já recebeu cerca de 180 mil 'segredos-postais', apoiou-se na tradicional vocação do postal para circular como carta aberta. Objectos de vários catálogos editados pela Harper Collins desde 2005, os postais ilustrados anónimos que lhe chegam todos os dias com segredos íntimos são publicados semanalmente no blogue do projecto e foram já apresentados em diversas mostras de arte contemporânea - como a PostSecret International Art Exhibition, aberta ao público desde Novembro na Winnipeg Art Gallery, em Manitoba - Canadá.

Se na
PostSecret Community, o postal ilustrado continua a ser uma carta aberta, a sua criação, a sua forma e o seu conteúdo são um pouco diferentes do tradicional postal. Os postais endereçados a Warren devem ser concebidos e criados por quem os escreve, devem ter 4 por 6 polegadas, e a mensagem secreta deve, juntamente com a imagem, ocupar a face, sendo o verso reservado ao selo e ao endereço. O segredo revelado tem de ser verdadeiro e não pode ter sido partilhado antes com ninguém.

O projecto PostSecret nasceu em Washington DC, a partir de postais ilustrados abandonados por Frank Warren em locais públicos e de convites que o artista deixava a estranhos para que lhe endereçassem um postal com um segredo. Actualmente Warren recebe mais de mil postais por semana.

2 comments:

Ana said...

Parabéns pelo vosso projecto. Sou uma 'coleccionadora' de imagens (daquelas que nos chegam desde o final do século XIX por via desse extraordinario documento que é o bilhete postal ilustrado) com particular interesse na 'imagem da cidade'. Desenvolvo pesquisa na área da apropriação do espaço público pelo que, esse é um veículo privilegiado de informação do meu particular interesse.
Bom trabalho!

Maria da Luz Correia said...

Bom dia! Agradecemos o seu contacto e esperamos que este weblogue continue a ser uma página de interesse para si.
Retribuímos ainda os votos de um bom trabalho no que toca ao seu estudo da 'imagem da cidade'. Muito atenciosamente:
Maria da Luz Correia (Bolseira do Projecto)